Liga das Séries » Arquivos » The Handmaid’s Tale: O terrorismo está chegando a Gilead
handmaidstaleta
30
abr
2018
The Handmaid’s Tale: O terrorismo está chegando a Gilead

Os dois primeiros episódios da 2ª temporada de The Handmaid’s Tale mostraram June (Elisabeth Moss) escapar das garras de Gilead, ajudada pelo que só podemos presumir que são membros do movimento de resistência, Mayday. De acordo com o produtor executivo Warren Littlefield, esse movimento estará fazendo algumas ondas sérias na 2ª temporada.

“[Mayday] se torna uma parte muito importante da 2ª temporada. Você não pode ter um mundo distópico como Gilead sem esperar uma poderosa resistência e insurreição”, disse Littlefield ao TV Guide. “Como infelizmente o mundo em que vivemos luta contra o terrorismo, é apropriado introduzir isso no mundo de Gileade e mostrar realmente quais serão essas ramificações.”

Quando você está lutando contra um governo totalitário que tem um vício em todos os aspectos da vida de seus cidadãos, escusado será dizer que as medidas extremas são a única maneira de controlar Gilead, que é exatamente o que você pode esperar nesta temporada de The Handmaid’s Tale.

Mas devemos estar torcendo por esses chamados terroristas? De acordo com Littlefield, essa é uma questão sobre a qual você deveria estar em conflito. “O terrorismo é contra esse regime – isso é uma coisa boa? Isso é uma coisa ruim? Quais são as perdas contra um ato de terrorismo?”

Essas são todas as perguntas que os espectadores terão que responder por si mesmos quando o Mayday eventualmente fizer sua jogada.

Leia também