Liga das Séries » Arquivos » REVIEW: The Vampire Diaries 7×01 – “Day One of 22,000, Give or Take”
13
out
2015
REVIEW: The Vampire Diaries 7×01 – “Day One of 22,000, Give or Take”
Postado por admin, emReview, The Vampire Diaries

Oi gente, voltei.  Eu sei que abandonei vocês sem muitas explicações, mas o rumo da série estava me deixando triste, e no final, acabamos descobrindo o motivo de tanta mudança.

Enfim, não me sentia contente em assistir e, consequentemente, sem vontade nenhuma de escrever sobre. Porém o mundo não para de girar e aqui estamos novamente, cumprindo a tarefa de informar os leitores do que acontece na nossa (ainda) muito querida série sobre vampiros!

Após um miniflashback da última temporada, a confusão criada por Kai, o sono eterno de Elena enquanto Bonnie vive, Stefan e Caroline numa lengalenga, Damon sendo ele, e os hereges.

Eu juro que quando descobri isso queria vir aqui gritaaar muito e perguntar o que vocês achavam dessa ~ palha assada~ ! Seis temporadas inteiras sabendo-se que bruxos perdem a magia virando vampiros e, tananam, esfrega na nossa cara que mentiraaaaa, era pegadinha!

(o que eu acho mais interessante nisso é como eles apagaram as linhas entre TVD e TO. Imagine se Klaus e cia não iam saber da existência de bruxos que sugam a magia alheia e se tornam vampiros e permanecem sendo bruxos. Ora, pois.) 

Bom, tá na hora de engolir essa catástrofe e começar a pensar positivo pois #DEFAN.
Eis que então, tenho o meu ship mais lindo, favorito, perfeito, incrível, magnânimo pra torcer desenfreadamente sem ninguém estragando isso. Que coisa mais maravilhosa!

Tivemos um flahsforward pra três anos na frente, quando Stefan acorda Damon, dentro de um caixão dissecado. Muito compreensível, inclusive achei que ele iria meio que ter essa ideia pra esperar a Elena acordar sem fazer merda. Porém isso não me parece muito coisa do Damon, já que ele ficou acordadão por 150 anos esperando o cometa pra libertar a Katherine.

E aí volta pros dias atuais, com Caroline escrevendo um diário pra Elena e dando detalhes sobre a viagem de Damon pra Europa com Alaric. Este, por sua vez, encontrou uma forma bem bisonha de enfrentar o luto, e acho que em breve descobriremos coisas piores. Bonnie de babá, me poupem, né. Achei bem ridículo. E, também, escrevendo um diário.

Stefan e Caroline sendo amiguinhos, pra algum tempo depois ela dizer que ele faz ela feliz. (gente, nunca escondi que odeio steroline acontecendo, certo?! mas usar a imagem dos dois pelo quadro de alguém vendo de fora da janela foi jogo sujo. foi uma das primeiras cenas stelena muito fodas maneiras, fiquei com muita raiva disso, muita mesmo, mas segue o jogo)

Nesse meio tempo que a vida deles acontece, descobrimos a existência dos hereges e como eles estão lidando com essa nova vida no mundo atual. As meninas não estão muito felizes em ficarem presas, e os rapazes são mais contidos, até o trio loirinho resolver acabar com tudo. Stefan se unindo a Matt e Caroline não podia dar muito certo mesmo. Digamos que os planos deles nunca são brilhantes. E, óbvio, não deu certo.

Hereges resolvem se vingar, os 3 arrumam um plano de evacuação de Mystic Falls e temos a explicação pra cena de Matt patrulhando a cidade fantasma, enquanto Damon observa do relógio.
Porém Stefan faz um acordo com a mãe e cede a mansão Salvatore pra Lilly, o que deixa o irmão meio aborrecido, e sabemos que Damon não gosta muito de perder, né. Obviamente, ele ia querer arrumar um jeito de acabar com aquilo. E, encontra em Bonnie a aliada perfeita, já que ela também não curtiu muito essa ideia de Bruxos-vampiros à solta.

Eles atacam um dos hereges e… ah, esqueci de falar do Enzo. (nossa, tão importante ele que passou batido, só lembrei agora). Lilly pede pra que ele encontre uma pedra que vimos na mão do Ric no início do episódio, ele pergunta porque, e ela esconde o motivo, ele fica irritadinho e diz que não vai ajudar. Procura Caroline pra avisar que a tentativa da matança não deu certo, e ela manda ele escolher um lado. Daí, (e foi por isso que lembrei dele) ele escolhe quando o Damon mata o moço bonitinho, e captura Barbie Vamp por vingança a mando da Mama Salvatore.
inclusive essa senhora merece prêmio mãe do ano, não é mesmo?!  

Então, corta pra cena no futuro, Stefan machucado pede ajuda pro irmão. Ele fica meio puto, e os dois são atacados. – “Ela acordou, descobri quando minha cicatriz abriu essa manhã” o caçula fala, e fim!

Ficamos sem saber quem é ELA. Acredito que, os próximos episódios terão essa coisa meio vai lá vem cá pra passar o tempo lá na frente. E, de todo, não achei a estreia ruim, apensar do rating ter sido fraco. Não senti falta da Elena, porque mencionam ela o tempo inteiro, e até curti um pouco essa coisa de Damon e Bonnie sendo uma dupla. Não romântica, mas sincronizada.
Talvez, a temporada tenha uma chance de alavancar ainda. Veremos!

E, vocês, o que acharam, curtiram, nem viram? comentem!

 

Equipe Liga Salvatore

Leia também

  • Tirza

    Se seguissem o livro nunca era pra ter existido #Steroline a Caroline era descrita como uma menina invejosa ex-amiga de infância da Elena, a Meredith e a Bonnie que eram amigas dela. E o Stefan fica com a Elena no final. Mal seguiram o roteiro verdadeiro. E a principal tem cabelos loiros e olhos azuis não cabelos castanhos e olhos de mesma cor.

    • Drix …

      sim, mas faz tempo que não seguem o livro. a Elena da série é uma mistura da elena do livro e a meredith.
      e Caroline também tem qualidades da meredith. eles meio que fundiram a personagem.

  • Gabriela Fernandes

    Sinceramente?? Decepcionada. Nem ânimo para assistir tenho mais. Vamos então empurrando com a barriga e ver se conseguem despertar em mim o fanatismo do início da série.

    Ps.: Stefan e Caroline??? Fala sério…. ¬¬’ ¬¬’ ¬¬’

    • Drix …

      apesar de tudo, tô gostando. rs