Liga das Séries » Arquivos » Ranking definitivo das finales de Grey’s Anatomy: da mais para a menos chocante
20
maio
2018
Ranking definitivo das finales de Grey’s Anatomy: da mais para a menos chocante
Postado por admin, emABC, Grey's Anatomy, News, Votação

Tanta coisa acontece em um único episódio de Grey’s Anatomy, mas Shondaland sempre salva o melhor para o final – literalmente. Os finais das temporadas do drama embalam as reviravoltas, os giros e os suspiros, e nos lembram por que assistimos essa série em primeiro lugar: a simultânea frustração e o momento OMG. À frente, o site EW classifica cada um dos finais em ordem de quão bem eles cumpriram essa promessa não dita.

1. Primeira temporada

No grande esquema das reviravoltas de Grey’s Anatomy, esta parece bastante simples, mas nada vai superar o sublime choque do final da 1ª temporada quando os fãs perceberam que a história de amor sonhadora de Meredith e Derek era uma mentira porque o próprio McDreamy… ERA CASADO . No momento em que Addison atravessou as portas do hospital, tudo mudou. Tudo.

2. Quinta temporada

“É GEORGE.” Essas palavras estarão para sempre nos cérebros dos fãs de Grey. Apenas quando pensamos que o final da 5ª temporada era tudo sobre a luta de Izzie para se manter viva, George decide ter um momento de herói que resulta no fato de ele estar no pronto-socorro, irreconhecível. E no momento em que Meredith percebe quem ele é? dá arrepios. No final do episódio, George se foi e o destino de Izzie também é questionável.

3. Segunda temporada

Se estamos sendo honestos, provavelmente todos sabíamos que Denny Duquette não queria muito tempo neste mundo, mas isso não tornou sua morte mais fácil de assistir. Junte isso com Izzie desistindo e Derek e Meredith dormindo juntos, e você terá um dos episódios mais fortes da série. O enredo em si não era cheio de reviravoltas, mas o que foi chocante foi o quanto poderia fazer você sentir.

4. Sexta temporada

Depois de uma temporada mais fraca, esse final em duas partes provou que a série não perdeu sua capacidade de produzir um drama chocante e de alta qualidade. Quando um atirador entrou no hospital, ele não se conteve. O hospital perdeu muitas vidas, com o clímax da ação no momento em que ele puxou o gatilho e atirou em Derek, arruinando assim o “santuário” de Meredith para sempre.

5. Oitava temporada

Quando o penúltimo episódio apresentou um acidente de avião, os fãs sabiam que eles estavam em um grande final: Arizona fraturou a perna, Derek quebrou o braço, e Mark disse seu final “eu te amo” enquanto Lexie dava seu último suspiro. E se isso não for suficiente, o episódio terminou com todos ainda presos na floresta, com seus destinos desconhecidos.

6. Terceira temporada

Cristina Yang estava livre. Meredith e Derek estavam “muito acabados”. E George falhou na prova. É assim que a terceira temporada terminou, mas a coisa que os fãs vão lembrar mais é o fato de que, quando Preston Burke foi embora de seu casamento com Cristina, ele também saiu de nossas vidas.

7. Décima temporada

A saída de Cristina foi surpreendentemente não dramática para a Grey’s Anatomy – ela viveu para contar a história! – mas o simples fato de que ela realmente saiu merece seu próprio fator de choque. E não podemos esquecer que este episódio nos deu o toque Maggie: Quando ela revelou que sua mãe não era outra senão Ellis Grey.

8. Nona temporada

Se estamos sendo literais, a final da 9ª temporada foi a mais chocante pois terminou com um Richard Webber eletrocutado. (Entendeu? HAHA Desculpa) Mas o episódio também realizou algumas outras reviravoltas, a saber, a experiência de quase-morte de Jackson salvando uma criança de um ônibus explodindo e a cesariana de Meredith sem energia.

9. Quarta temporada

Esta teve a reunião tão esperada enquanto Meredith finalmente ficou todo “curada” e construiu para Derek uma casa de velas. Embora, se estamos sendo honestos, um grande gesto romântico de Meredith Grey “dark and twisty” é a própria definição de chocante. (Fator de choque bônus: A primeira metade deste final de duas partes contou com um menino que ficou preso no concreto!)

10. Décima-segunda temporada

O verdadeiro choque deste episódio foi Alex batendo em DeLuca, mas mesmo isso foi apenas um pouco surpreendente. Em outro lugar, Amelia e Owen foram até o altar enquanto April tinha uma cesariana de emergência na casa de Meredith. E apesar disso tudo, o cliffhanger do ano foi aquele – suspiro! – Maggie gosta de Riggs!

11. Décima-terceira temporada

A grande reviravolta desta temporada veio no penúltimo episódio, quando Owen descobriu que sua irmã estava realmente viva. Quanto ao final, ele se concentrou no último ato de Stephanie: Sobreviver ao incêndio do hospital. O episódio estava cheio de ação? Sim. Ele embalou alguma das principais reviravoltas? Na verdade não.

12. Décima-quarta temporada

O casamento de Alex e Jo foi um desastre absoluto, mas considerando a história deles, não foi um grande choque. E vendo como as saídas de Arizona e de April eram conhecidas de antemão, a coisa mais surpreendente sobre este final foi o fato de que ele continha três casamentos – Alex e Jo, Matthew e April, e alguns estranhos – e depois o retorno de Teddy. Ah, e Teddy está grávida (provavelmente com o bebê de Owen). Nós mencionamos isso?

13. Sétima temporada

A 7ª temporada terminou não tanto com um estrondo como com um bebê… e muitos casais brigando e dormindo em lugares separados. Cristina acabou na casa de Meredith depois de sua briga com Owen, e Derek acabou, bem, não na casa de Meredith depois de sua decisão de ajudar Adele a colocar seu teste clínico em risco. Isso deixou Meredith levando Zola para casa sozinha.

14. Décima-primeira temporada

O momento chocante da temporada chegou no meio do caminho, quando McDreamy morreu – R.I.P. – então o final foi muito mais focado na capacidade de Meredith de finalmente ser feliz novamente. Catherine e Richard se casaram, Amelia ouviu a última mensagem de voz de Derek e todos dançaram.

 

E para você, qual foi a finale mais chocante de Grey’s Anatomy? Vote!

 

Leia também