Liga das Séries » Arquivos » ‘Westworld’: Quem é bom e quem é mau?
Westworld
29
abr
2018
‘Westworld’: Quem é bom e quem é mau?
Postado por Débora, emHBO, News, Westworld

As histórias épicas costumam contar uma história do bem contra o mal e, enquanto Westworld está a caminho de ser uma história épica, estamos tendo dificuldade em dizer quem é bom na história e quem é mau.

Devemos estar preocupados com Dolores (Evan Rachel Wood), a robô que liderou a revolta violenta contra seus opressores de carne e osso? Ou nós apoiamos o homem de preto (Ed Harris), que parece ser o único que percebe que há algo maior em jogo aqui? Robert Ford (Anthony Hopkins) é um homem a ser admirado ou temido? É uma área cinza e, aparentemente, é assim que deve ser, de acordo com o elenco e a equipe.

“Este show joga com a ideia de que o bem e o mal são binários”, disse a produtora executiva da Westworld, Lisa Joy. “E [isso] tenta olhar para o personagem, seja o personagem dos anfitriões, os robôs, ou os convidados, os humanos que o visitam. E meio que se aprofundam cada vez mais em suas psicologias, e isso necessariamente embaça o ideia de puramente bom ou puramente mal”.

Evan Rachel Wood coloca isso um pouco mais abruptamente, e diz que mais confusão está a caminho. “Não há heróis e vilões no Westworld, e isso se tornará muito mais aparente na segunda temporada”, disse Wood. “Eu acho que você realmente não sabe onde sua lealdade reside na maior parte do tempo.”

Depois de uma primeira temporada em que desenvolvemos um senso de empatia por esses robôs, como eles foram abusados para o entretenimento dos anfitriões, e uma estréia da 2ª temporada em que Dolores matou e torturou convidados humanos, aquela linha obscura entre o bem e o mal é apenas um enorme mancha agora.

Leia também