Liga das Séries » Arquivos » Produtores de ‘The Crown’ pedem desculpas a Claire Foy e Matt Smith sobre a diferença salarial
The Crown
(L to R) Prince Philip, Elizabeth
Elizabeth and Philip discuss Charles' education
20
mar
2018
Produtores de ‘The Crown’ pedem desculpas a Claire Foy e Matt Smith sobre a diferença salarial
Postado por Débora, emNetflix, News

Os produtores de The Crown, da Netflix, estão esperando um perdão real das estrelas da série.

“Queremos pedir desculpas tanto a Claire Foy quanto a Matt Smith, atores e amigos brilhantes, que se encontraram no centro de uma tempestade na mídia esta semana sem culpa”, Left Bank Pictures, que produz o drama do período, disse na declaração desta terça-feira.

Left Bank está se referindo às consequências dos comentários feitos na semana passada pela produtora executiva Suzanne Mackie, que revelou que Foy, que interpreta a rainha Elizabeth e foi o rosto da série durante as temporadas 1 e 2, tinha o salário menor do que o co-estrela Matt Smith, que interpreta o Príncipe Philip.

<span title=”Here’s the statement in full:

    “>Aqui está a declaração completa:

   Queremos pedir desculpas a Claire Foy e a Matt Smith, atores e amigos brilhantes, que se encontraram no centro de uma tempestade na mídia esta semana, sem culpa. Claire e Matt são atores extremamente talentosos que, juntamente com o elenco de The Crown, trabalharam incansavelmente para levar nossos personagens à vida com compaixão e integridade.

Como produtores de The Crown, nós da Left Bank Pictures somos responsáveis por orçamentos e salários; os atores não estão conscientes de quem recebe o que e não podem ser responsabilizados pessoalmente pelo pagamento de seus colegas.

Compreendemos e apreciamos a conversa que está sendo feita corretamente em toda a sociedade e estamos absolutamente unidos com a luta pelo pagamento justo, livre de preconceito de gênero e para um re-equilíbrio do tratamento da indústria sobre as mulheres, tanto na frente da câmera e para aquelas que estão nos bastidores.

Todos nós temos a responsabilidade de fazer o que pudermos para garantir que essas questões sejam abordadas e, como empresa de produção líder, queremos contribuir com o debate. Então, agora vamos estar em conversações com a campanha Time’sUp UK e a ERA 50:50; organizações que estão trabalhando para garantir que todas as mulheres tenham voz.

Leia também