Liga das Séries » Arquivos » O erro que talvez você não tenha percebido no episódio “Hell is Other People” de TVD
CYe8_zxUQAIXJVi
01
fev
2016
O erro que talvez você não tenha percebido no episódio “Hell is Other People” de TVD

Bem-vindo ao Diário da Julie! Toda semana durante a temporada, a showrunner de Vampire Diaries, Julie Plec irá adicionar algo em seu diário do EW. De respondendo a perguntas de fãs à muito mais, este é um lugar para os fãs lerem de Plec sobre o episódio que assistiram.

Nem precisa dizer que contém spoiler, né?!

Confira:

Olá. É uma grande noite para nós. Nosso primeiro episódio na sexta-feira. Mas também porque  “Hell is Other People”, escrito por Neil Reynolds e Holly Brix e dirigido por Deb Chow, foi um verdadeiro trabalho de amor cinematográfico para nós. É o nosso primeiro “episódio conceito” em 143 episódios, a ter lugar quase inteiramente dentro da mente torturada de Damon Salvatore enquanto ele enfrenta os seus demônios.

Um episódio conceito, em um show serializado, é algo que se desvia da fórmula habitual da forma como o programa é escrito. Quem pode esquecer a Gentlemen como eles flutuavam silenciosamente pelas ruas de Sunnydale em Buffy? Nós nunca fizemos um em The Vampire Diaries. Sempre quisemos, e a construção da Phoenix Stone nos deu a oportunidade.

Temos uma recepção extremamente positiva sobre este episódio de nossa equipe em Atlanta. Todos, de cabelo/maquiagem aos atores que não estavam no episódio disseram aos escritores quão animado eles estavam sobre isso. Parecia um filme. Tivemos reenactors da guerra civil que vieram com o seu próprio guarda-roupa. Nós construímos um acampamento do exército inteiro na mata fora do nosso escritório. Tivemos canhões, granadas, amputados, corpos queimados, cavalos. Foi um espetáculo. Cada departamento tinha feito um trabalho ao nível de “Gone With the Wind – e eles fizeram isso em 10 dias.

A liderar esta operação era uma diretora que, hilariamente, nenhum de nós tinha conhecia. Deb Chow ganhou na loteria episódica. Este foi o seu primeiro episódio de TVD. Toda a equipe estava muito animada para conhecê-la porque ela tinha feito recentemente um episódio de Mr. Robot. Estamos todos obcecados com Mr. Robot. Neil e Holly disseram que ela era calma, organizada, criativa, inspiradora e tem tudo feito sem nunca levantar a voz. Para citar Holly, “Eu quero ser Deb Chow quando eu crescer.”

Acima de tudo, este episódio não poderia ter sido feito sem o entusiasmo inabalável de Ian. Ele era um líder e um soldado. E ele estava em cada cena. De acordo com Holly, uma noite, quando a equipe saiu para jantar, Ian – em traje da guerra civil – estava fazendo um chat online, conversando sobre a eleição importante em seu estado, Louisiana. Ian tem classe.

Neil me disse ontem de uma gafe história que me fez rir, então quase chorar, então rir de novo. Quando nós criamos a história desse episódio, tivemos a ideia de fazer do soldado amigo de Damon um retorno para um personagem de 1ª temporada. Nós nos conhecemos “Henry” (Evan Gamble) em “Blood Brothers” como um dos vampiros da tumba: um soldado da Guerra Civil que conhecia Damon Salvatore. Nós nunca respondemos como Henry conhecia Damon, e esta foi a nossa oportunidade. Nós construímos toda a história entre Damon e Henry em torno de um momento em “Blood Brothers”, onde Henry se refere a servir com Damon durante a Guerra Civil. Ele chamou Damon de “herói”. Cada detalhe neste episódio nasceu da nossa vontade de explicar por que Henry pensou que Damon Salvatore era um herói da Guerra Civil. Descobri que a fala em questão foi cortada de “Blood Brothers” devido ao comprimento. Eu tinha esquecido completamente.

Leia também



Parceiros