Liga das Séries » Arquivos » Jeremy Jordan, de Supergirl, pede ajuda aos fãs para salvar sua prima de “acampamento para conversão de gays”
supergirl-winn
08
jun
2016
Jeremy Jordan, de Supergirl, pede ajuda aos fãs para salvar sua prima de “acampamento para conversão de gays”

Jeremy Jordan está pedindo aos fãs que o ajude a resgatar sua prima de 17 anos de um campo de conversão para gays no Texas, onde ela foi colocada contra a sua vontade.

“Conheçam a minha prima Sarah. Aos 17 anos, seu futuro parece brilhante. Ela está no top 10 de sua classe, corre cross-country e pertence à National Honor Society e da equipe de debate. Ela também é gay”, escreveu Jordan em sua página no Facebook.

“Como todos do ensino médio em um relacionamento, Sarah e sua namorada queriam ir ao baile juntas”, escreveu ele. “Mas quando eles fizeram isso, os pais de Sarah, que acreditam que a homossexualidade é um pecado e anormal, enviaram Sarah contra a vontade para um acampamento no Texas para adolescente problemáticos para ‘rezar e tirar dela que há de gay’.”

Jordan também montou uma campanha no GoFundMe (clique aqui) para ajudar na proteção jurídica de Sarah. Até agora, a página tem levantado mais de U$ 33.000 em direção a sua meta de U$ 100.000.

Pelo menos um amigo já concordou em ajudar. Colton Haynes, ex-estrela de Arrow que recentemente se assumiu gay, contribuiu com U$ 5.000 à campanha de Jordan.


As leis do estado do Texas permitem que os pais coloquem seus filhos em uma instalação residencial até completarem 18 anos.

De acordo com o Centro Nacional para os Direitos das Lésbicas, terapia de conversão pode ser extremamente perigoso: “A pesquisa mostra que lésbicas, gays, e adultos bissexuais jovens que relataram níveis mais elevados de rejeição familiar durante a adolescência foram mais de oito vezes mais propensos a relatar ter tentado o suicídio, mais de cinco vezes mais propensos a relatar altos níveis de depressão, mais de três vezes mais propensos a usar drogas ilegais, e mais de três vezes mais probabilidade de relatar ter se engajado em uma relação sexual desprotegida em comparação com os seus familiares que relataram nenhum ou níveis baixos de rejeição da família.”

Alguns estados proibiram terapia de conversão, incluindo a Califórnia, Nova Jersey, Oregon, Illinois, Nova York e Vermont.

Confira a publicação do ator:

Leia também



Parceiros