Liga das Séries » Arquivos » “Há mais história para ser contada”, diz Julie Plec sobre a conexão de The Vampire Diaries com The Originals na series finale
the-vampire-diaries-series-finale-klaus-featured
11
mar
2017
“Há mais história para ser contada”, diz Julie Plec sobre a conexão de The Vampire Diaries com The Originals na series finale

Fomos prometidos que a família Mikaelson teria uma “presença” no final da série The Vampire Diaries… mas ninguém disse nada sobre presentes!

De todos os momentos de tirar o fôlego do episódio, a carta de Klaus para Caroline – que você pode ler na íntegra abaixo – suscitou facilmente o maior suspiro.

Querida Caroline,

Eu tenho imaginado frequentemente os caminhos que sua vida ter, mas seu futuro escolhido é mais nobre do que eu jamais imaginei. Por favor, aceite esta contribuição à sua virtuosa causa. Estou ansioso para agradecer-lhe em pessoa algum dia… não importa quanto tempo leve.

Seu, Klaus.

Abaixo, a produtora executiva Julie Plec discute o grande momento “Klaroline”, incluindo a futura ligação de TVD com The Originals e a aparição de Joseph Morgan que nós (infelizmente) não tivemos:

Eu tenho que saber… O que Alaric quis dizer quando disse que este era o começo de outra história?

Isso significa algumas coisas para mim, nenhuma das quais é tangível ainda. É um desejo, não uma promessa, mas eu acho que há mais histórias para ser contada. Acho que The Originals tem a oportunidade de visitar alguns desses personagens, e eu acho que há futuros shows que podem ser gerados fora deste mundo e poderia contar boas histórias. É uma esperança para o futuro, nada mais.

Falando nisso, sabemos que Alaric está passando por um episódio. Onde isso vai cair, no tempo?

Isso cai provavelmente mais de acordo com o cronograma dessa última cena. Na verdade, Alaric é aquele que aparece e realmente conta a Klaus sobre a escola. A ideia da escola como um refúgio seguro para jovens seres sobrenaturais certamente tem muita relevância para Hope Mikaelson.

Quando Alaric trouxe pela primeira vez a ideia de abrir uma escola sobrenatural, eu disse: “Eu quero este spin-off”.

[Risos] Bom. Eu também.

Se a agenda não tivesse sido um problema, e você tivesse Joseph Morgan, como seria essa cena?

Teria sido apenas uma cena incrivelmente simples com Caroline em sua mesa, dirigindo sua nova escola. Haveria uma batida na porta de um novo doador. Ela abre a porta, é Klaus Mikaelson. E ele teria dito: “Olá, amor” ou “Olá, Caroline”, e teria sido isso.

Caroline e Bonnie são algumas das poucas personagens que não vimos em “paz”. É seguro assumir que elas estão lá, eventualmente?

Sim. Para nós, duas coisas eram muito importantes: Bonnie conseguiu viver uma vida longa e feliz, e que Caroline viveu e continuou o legado de todas as coisas boas que ela queria fazer. A única pessoa que era tão boa em ser uma vampira agora está ajudando outras pessoas com seus problemas sobrenaturais. Então Caroline provavelmente estará viva por séculos, na minha opinião.

 

Leia também



Parceiros