Liga das Séries » Arquivos » Grey’s Anatomy está planejando matar April?
Após deixar ‘Grey’s Anatomy’, Sarah Drew irá estrelar o reboot de ‘Cagney & Lacey’ do canal CBS
09
mar
2018
Grey’s Anatomy está planejando matar April?

Os fãs de Grey’s Anatomy ainda estão sofrendo com o impressionante anúncio de ontem de que o Grey Sloan Memorial estará com menos dois funcionários antes que a 14ª temporada chegar ao fim.

Sarah Drew e Jessica Capshaw estarão partindo do drama médico, juntamente com seus personagens, April Kepner e Arizona Robbins. A julgar pelas afirmações das atrizes na última quinta-feira, parece que ficaram tão surpresas com a notícia como os fãs. Em meio à especulação de que Drew e Capshaw foram demitidas para compensar o novo contrato de Ellen Pompeo, de 20 milhões de dokadól, a showrunner Krista Vernoff insistiu que as saídas foram simplesmente porque as histórias das personagens chegaram a uma conclusão orgânica.

Isso certamente parece uma explicação plausível no caso de Arizona, cujo enredo flutuou após a partida de sua esposa Callie (Sara Ramirez, que deixou o show após a temporada 12). Como o único personagem abertamente gay entre os regulares da série, será uma pena perder a presença dela no show. Mas há uma série de cenários que poderiam levá-la a sair de forma realista do Grey Sloan ou Seattle – começando com a possibilidade de se reunir com o Callie e a filha Sofia, em Nova York. (Podemos sonhar, não é?)

Abril, por outro lado, é uma história diferente.

É difícil imaginar uma estratégia de saída para April, que tem uma filha pequena com Jackson (Jesse Williams, que não está deixando o show ate onde sabemos). Ficaria estranho se a personagem simplesmente deixasse Seattle e sua filha para trás, e estranho também que Jackson esteja de acordo com a ideia da filha morar em outro lugar do país. E se April apenas deixar o Grey Sloan porque ela tem um emprego em outros lugares em Seattle, os escritores enfrentam o dilema de que ela estará lá, na mesma cidade, mas ausente da vida de Jackson e da vida de todos os seus amigos/ex-colegas de trabalho. (Não que o show não tenha feito isso antes).

No entanto, a solução mais fácil para ela é alarmante: matando-a.

O QUÊ? Sim, pense bem.

Depois de experimentar uma crise de fé, April tem exibido comportamentos cada vez mais arriscados em episódios recentes – e, com as notícias de ontem, quase parece que o show está pensando en algum tipo de castigo horrível para esse conporcomport. Jackson, por um lado, parece particularmente preocupado com a nova propensão de April para transar com internos, beber em excesso e ir para o trabalho de ressaca.

Será que Grey’s chegaria tão longe como matar um dos seus personagens mais queridos? Um, duh. Lembra-se de Derek Shepherd, pessoal? Quando Patrick Dempsey queria deixar a serie em 2015, o show teve exatamente o mesmo dilema que enfrenta aqui –  a falta de um personagem enquanto mantém seus (ex) esposos e filhos.  Certamente, não é improvável que o mesmo destino possa ocorrer para April. E para ser honesta, esse é um cenário muito mais preferível do que ela, de alguma forma, sofrer uma mudança de extrema ao ponto de simplesmente ir embora.

Além disso, Grey’s já magoou os corações dos fãs de Japril nesta temporada, empurrando Jackson e Maggie (Kelly McCreary) para um romance desafiador. Esses mesmos fãs podem querer se preparar para uma devastação ainda mais emocional, conforme a temporada conclui sua história.

Ou talvez April e Arizona terão seu próprio spin-off e viverão felizes para sempre. Sim, vamos com essa teoria, afinal, podemos sonhar, não é?

Leia também