Liga das Séries » Arquivos » EP de The Walking Dead fala sobre “o fim de uma era” e aquela cena misteriosa
Chandler Riggs as Carl Grimesi - The Walking Dead _ Season 8, Episode 9 - Photo Credit: Gene Page/AMC
26
fev
2018
EP de The Walking Dead fala sobre “o fim de uma era” e aquela cena misteriosa

Por quê? Essa é a pergunta que não exige ser respondida.

Por que – especialmente porque a série de quadrinhos de Robert Kirkman tem muito mais história a contar para o filho de Rick, Carl – o adolescente teve que se juntar a Glenn, Abraham, Sasha, Beth e tantos outros na longa lista de mortes? Aqui, com uma explicação para o site TVLine, o showrunner Scott Gimple.

TVLINE | OK, me explique como foi a decisão de matar Carl.

Queríamos contar uma versão da história que mantivesse as emoções semelhantes às que você obteria ao ler o [material de origem], mas de maneiras diferentes, de modo que os fãs dos quadrinhos não soubessem o que aconteceria. Nós planejamos fazer isso enquanto a série vai avançando também – às vezes puxando momentos das HQs de forma literal e às vezes de maneiras muito diferentes, com o objetivo de aumentar a mensagem de alguma forma. A morte de Carl caiu naquela [categoria]. Isso, em muitos aspectos, é uma espécie de final de uma era para The Walking Dead e o início de uma nova.

Mas por que Carl?

Ele precisava ser a pessoa que empurrasse o mundo em uma determinada direção, que mandasse uma determinada mensagem. Essa mensagem pode até ser negada, mas nós queríamos que ela tivesse o peso incrível deste jovem herói em circunstâncias mais graves. E [sua morte] pode mostrar que este mundo ainda é o mundo de The Walking Dead, onde essas coisas acontecem. Não teria a gravidade que queríamos [se tivesse acontecido com outro personagem].

Então, o desejo moribundo de Carl era que todos se entendessem. Como é que Rick deveria vender essa noção, por exemplo, para a viúva de Glenn?

Apenas digo que não será fácil para Rick aceitar a visão de Carl. Outras pessoas podem precisar tentar convencê-lo.

Mesmo que Rick concorde, Negan não me parece o tipo de enterrar o machado, a menos que esteja na cabeça de alguém.

Sim, não depois do que aconteceu. [A aliança AHK] confundiu o Santuário bem! E mesmo que Negan quisesse realmente um cessar-fogo, ele é alguém que é muito consciente das ópticas… e sua imagem, de modo que torna mais difícil para ele lidar com as pessoas erradas… ou quem ele considere serem pessoas erradas.

Aquela cena de Rick sob a árvore. Ele se machucou, ou esse sangue era apenas um efeito colateral de ter enterrado Carl?

Essas são ótimas perguntas que eu provavelmente não deveria responder. Mas eu direi que há respostas para isso. Há um grande significado nessa cena.

Leia também