Liga das Séries » Arquivos » EP de ‘Black Lightning’ fala sobre a referência ao Arrowverse feita pela série
Black Lightning -- "Sins Of The Father: The Book of Redemption -- Image BLK110b_0453bb.jpg â€" Pictured (L-R): Nafessa Williams as Thunder and Cress Williams as Black Lightning -- Photo: Annette Brown/The CW -- © 2018 The CW Network, LLC. All rights reserved.
17
abr
2018
EP de ‘Black Lightning’ fala sobre a referência ao Arrowverse feita pela série

Infelizmente, Black Lightning ainda não está conectado ao Arrowverse.

Algumas semanas atrás, a série caloura de super-heróis da CW fez os espectadores ficarem animados sobre uma possível conexão com o Arrowverse quando Lynn (Christine Adams) e Jennifer Pierce (China Anne McClain) fizeram referência a Vixen – uma super-heroína que apareceu em Arrow e Legends of Tomorrow (interpretada por Maisie Richardson-Sellers) – e Supergirl (interpretada por Melissa Benoist em Supergirl). Bem, o produtor executivo Salim Akil diz que essas falas não foram para indicar que Black Lightning estava no mesmo universo que qualquer outra super-série da rede.

“Estamos em nosso próprio mundo”, diz Akil à EW. “Nós não estamos no Arrowverse. Nós não estamos no universo da Supergirl. Estamos no universo do Black Lightning. Se houver um cruzamento, a Supergirl chegará a Freeland, ou o Arqueiro Verde chegará a Freeland.” (Nota: The Flash, Arrow e Legends of Tomorrow ocorrem na Terra-1, e a Supergirl acontece na Terra-38, mas todos os quatro shows fazem parte de um vasto multiverso.)

Na verdade, essas referências “divertidas” a outros heróis da DC Comics eram apenas isso – referências divertidas. “Nós mencionamos esses outros personagens apenas para nos divertir”, diz Akil. “Achei divertido provocar os fãs e me divertir com os fãs. Estamos sempre tentando conversar com os fãs e também estamos tentando nos divertir com eles, então isso faz parte disso.”

Em outras palavras, nada mudou desde que a CW pegou a série há um ano. “Black Lightning, neste momento, não faz parte do Arrowverse. É uma situação separada”, disse o presidente da rede, Mark Pedowitz, em maio passado.

Leia também