Liga das Séries » Arquivos » EP de ‘Arrow’ fala sobre a decepção com os flashbacks e por que a 5ª temporada deverá ser melhor
arrow season 4
18
abr
2016
EP de ‘Arrow’ fala sobre a decepção com os flashbacks e por que a 5ª temporada deverá ser melhor

Se você está gostando dos flashbacks da 4ª temporada de Arrow, você está em uma ilha. O dispositivo de contar histórias, que desde o lançamento da série revelou como um moleque bilionário foi lapidado e se tornou o herói conhecido como Green Arrow, oferendo correlações de força maior durante as temporadas 1 e 2, enquanto Oliver Queen (interpretado por Stephen Amell) primeiro esteve em Lian Yu e aprendeu algumas lições duras nas mãos de Yao Fei e Slade Wilson.

Os flashbacks começaram falhando, no entanto, com a viagem a Hong Kong, na 3ª temporada, enquanto o retorno, nesta temporada, para Lian Yu, aparentemente existe apenas para nos dizer que Oliver encontrou o ídolo místico de Damien Darhk antes. Os showrunners não têm conhecimento de escalada de indiferença dos fãs para os flashbacks, e de fato abordaram o tema no Writers Guild Festival no último sábado.

“Parte do apelo dos flashbacks – certamente nos dois primeiros anos, mas acho que nos três primeiros anos – é ver a grande diferença entre o Oliver Queen nos dias de hoje e o Oliver Queen cinco anos atrás”, EP Marc Guggenheim disse. “O problema é que estamos contando uma história de cinco anos nos flashbacks de Oliver se tornando o cara que você conheceu no episódio piloto. Então, quanto mais fundo você entrar em flashbacks, quanto mais próximo ele se torna a ser aquele cara, você perde esse elemento dos flashbacks que era tão interessante, que é o quão diferente ele era…”

Além de destacar uma disparidade entre Oliver de antes e de agora, os flashbacks se esforçam para ser “emocionalmente ou tematicamente ligados” ao enredo atual, disse EP Wendy Mericle, embora os autores também têm “experimentado tê-los não falando com o que está em curso atualmente”.

Então, talvez seja hora de colocar uma flecha no dispositivo de flashback e deixar a série simples e exclusivamente se desdobrando no presente?

Mericle disse que ela “amava” o trabalho de Stephen Amell nos flashbacks anteriores, “porque eu pensei que ele realmente habitava esse personagem. Era menos o super-herói muito e muito mais dimensional, porque ele era tão falho.” E embora Oliver tenha evoluido nos flashbacks a um ponto em que, como acima mencionado, ele não está muito longe do homem que partiu para salvar sua cidade, Mericle disse: “a nossa forma de escrever a história ainda está muito casada com aquela história de fundo, e tentar mudar neste momento seria estranho.”

Mas olhando em frente para a próxima temporada: “Nós sabemos com o que estamos trabalhando”, ela disse. Assim, os flashbacks estão prestes a ser mais envolventes e focados. “A temporada vai ser mais fácil de quebrar, porque temos um ponto final, e nós trabalhamos para trás a partir daí.”

E onde a 5ª temporada de flashbacks nos levará? Mericle não quis confirmar o destino, mas uma referência recente a Rússia por Taiana (que é o nome da amiga de Oliver na ilha, por sinal), parece oferecer uma pista. “Eu não quero dar informação demais”, diz, “mas é uma possibilidade muito boa que vamos finalmente descobrir como Oliver conseguiu aquela tatuagem Bratva e como ele aprendeu a falar russo.”

Leia também



Parceiros