Liga das Séries » Arquivos » Co-criador de Game of Thrones diz que aquele twist de Hodor foi “particularmente difícil”
hodor-game of thrones
23
maio
2016
Co-criador de Game of Thrones diz que aquele twist de Hodor foi “particularmente difícil”

(SPOILER ALERT: Não leia a menos que você tenha assistido ao último episódio)

“Game of Thrones” é notório por impiedosamente matar personagens simpáticos, mas a despedida de domingo para Hodor foi um momento difícil para até mesmo para os co-criadores David Benioff e Dan Weiss.

Benioff disse ao Entertainment Weekly que a “chamada da morte” para o gigante simpático, que protegeu Bran Stark (Isaac Hempstead Wright) por tanto tempo após escaparem de Winterfell na 2ª temporada, foi “particularmente difícil.”

“O twist de Hodor veio] de uma das nossas conversas com [o autor George R. R. Martin]”, disse ele. “Esta é uma das suas idéias que ele nos disse em Santa Fe. Nós a achamos fantástica.”

No episódio de domingo, intitulado “The Door”, os White Walkers invadiram a caverna do Corvo de Três Olhos, enquanto ele e Bran estão no passado. Bran foi capaz de ouvir o apelo de Meera para obter ajuda em sua visão, e warged em Hodor. O clímax do episódio não só explicou o passado da gigante amável, mas também porque ele só é capaz de dizer o nome dele, que é realmente um comando: “Mantenha a porta”. Hodor sacrifica sua vida para fazer exatamente isso, e afastar um exército dos mortos, enquanto Bran e Meera escapam.

“Ele não é alguém que você pensa como um personagem principal, mas ele devagar, furtivamente se tornou uma associação integral com o show”, disse Weiss. “Hodor” é a única palavra que você pode dizer a alguém e imediatamente falar do show ou dos livros. E ele estava lá discretamente no enredo de Bran, sendo amável.

Mesmo Wright pensou que o momento foi “muito triste”, culpando “ações egoístas” de Bran para a perda de mais um personagem simpático.

“Aprendemos que Hodor realmente é essa alma vulnerável, que tinha um potencial tão grande de viver uma vida feliz”, disse ele. “Em primeiro lugar, por meio de ações egoístas [de Bran], indo para a visão do White Walker, em primeiro lugar.. Ele não entende que ele deveria sair do sonho. E então Hodor se sacrifica. Ele já passou por tanta coisa e ele ainda está tendo de fazer isso”.

“É incorpora o mundo de ‘Game of Thrones’ – os caras legais, que merecem nem sempre conseguem”, disse ele. Mas Kristian Nairn, que interpreta Hodor, amou a forma como ele saiu, e não está inteiramente certo se personagem se foi para sempre.

“Eu não poderia estar mais feliz como ele saiu. O interessante é que é meio deixado em aberto. Você realmente não o vê [morrer]. Está implícito. Então, quem sabe? Ele pode voltar como um White Walker, talvez ele fugiu. Mas é realmente uma boa maneira de fazê-lo”, disse ele. “Eu não poderia ter solicitado um melhor adeus a um personagem que eu amo. Minha parte favorita é a questão de porque Hodor é “Hodor.” Por que ele diz a palavra “Hodor”? É incrivelmente triste. O minuto que você, finalmente, aprende algo sobre Hodor, eles o matam!”

Leia também



Parceiros