Liga das Séries » Arquivos » Chris Wood revela se Mon-El seria um bom super-herói para ‘Supergirl’
chris-wood_supergirl
28
out
2016
Chris Wood revela se Mon-El seria um bom super-herói para ‘Supergirl’
Postado por Débora, emSpoilers, Supergirl, The CW

Não espere que Mon-El (Chris Wood) seja do bem e salve o dia com a Supergirl (Melissa Benoist) em breve.

Depois de pedir desculpas a Mon-El por culpá-lo pelo ataque à POTUS, porque ele é do planeta rival de Krypton, Daxam, Kara decide treiná-lo para usar seus poderes. No entanto, estes dois terão um monte de problemas para trabalhar antes de Mon-El estar pronto, incluindo os preconceitos que eles têm um com o outro e a personalidade egoísta de Mon-El.

Confira essa entrevista de o ator concedeu a EW:

Antes do início da temporada, o EP Andrew Kreisberg disse que ter Mon-El na Terra daria a Kara a chance de cumprir sua missão original de treinar alguém já que Clark já estava totalmente crescido no momento em que ela chegou à Terra. Então, como a relação de Kara e Mon-El será para a frente?

Para começar, vimos no episódio da semana passada que eles têm muitas diferenças por causa de onde eles vieram, e isso é realmente um grande problema para os dois porque seus planetas realmente odiaram uns aos outros. É colocar essas duas pessoas muito diferente juntas e dizer: “Ei, sejam amigos, apesar de você ter uma longa história de guerra e odiar uns aos outros.” Há alguma discriminação em ambas as partes e uma profunda hostilidade que eles só sentem porque ela sabe que ele é de Daxam e ele sabe que ela é de Krypton. Você vê ela tentando guiá-lo e orientá-lo, mas os preconceitos dos dois ainda estão em jogo um pouco, e eles precisam deixar de lado e entender que nada disso é baseado em qualquer fato real, mas com base em apenas uma história de conflito e isso não significa que eles são pessoas más porque são de planetas diferentes.

Como eles lidam com o ódio gratuito?

Bem, há aquele bom momento quando ele diz: “Vocês são todos altos e poderosos, e vocês nos atacaram sem qualquer provocação.” Ela responde: “Nós atacamos vocês?” Você pode ver que há mal-entendidos porque eles são de lugares que estão dizendo a cada um deles para acreditar que o outro é o problema, que é como o conflito no mundo real com as guerras. São muitas vezes mal-entendidos que são levados ao grau 10. Mas eles finalmente vão avançar e tornar-se amigos e aprender a encontrar a sua versão de confiança, mesmo que eles sejam desses lugares muito, muito diferentes.

Existe um incidente específico no campo ou um inimigo que acelera o processo para eles chegarem a esse lugar de confiança?

Neste próximo episódio, começamos a ver um pouco da história de Mon-El e como ele veio para a Terra e sua jornada em Daxam. Vemos também algumas de suas habilidades exploradas onde Winn [Jeremy Jordan] testa os poderes de Mon-El e vê o que ele pode fazer, porque eles precisam descobrir o quão perigoso ele poderia ser. Nem todos os alienígenas são prontamente super-heróis e esse cara é um pouco egoísta. Ele está acostumado a festas e viver a vida ao máximo e não pensar tanto nos outros.

J’onn (David Harewood) é muito cauteloso com outros alienígenas na Terra. Como J’onn lida com Mon-El no DEO? Há tensão lá?

Eu acho que o que é realmente brilhante e interessante é que eles mostraram que J’onn nem sequer confiava completamente em Kara e Clark (Tyler Hoechlin) e ele estava mantendo Kryptonita a bordo – para não dizer que não confiava neles, mas queria ter certeza de que eles estavam preparados para qualquer coisa. Essa é uma dinâmica muito interessante. Ele é definitivamente cauteloso. No início, é uma questão de: você pode confiar nele para não fazer escolhas perigosas e não colocar as pessoas em risco?

Como os outros personagens tratam Mon-El quando o conhecem?

Kara o defender leva a todas a confiarem que ela tem razão porque todos eles têm respeito por ela e o que ela faz. Então, Mon-El acaba passando tempo com cada uma dessas pessoas – Alex (Chyler Leigh) e Winn e J’onn e todo mundo, realmente – porque ela está meio que mantendo ele por perto porque ela está trabalhando nele como seu projeto. Assim, ele, como um pequeno estranho, é trazido para esse grupo e veremos como os roteiros continuam chegando e os episódios continuam chegando até o quão perto ele fica com eles e se ele se conecta com qualquer um deles.

Nas HQ’s, a fraqueza de Mon-El é chumbo, não Kryptonita. Será que vamos ver esse aspecto do personagem incorporado ao show nesta temporada?

Sim, há um monte de coisas das HQ’s que eles trouxeram literalmente para a série e algumas coisas que eles expandiram e outras partes que eles deixaram de fora. Obviamente, há uma grande coisa nos quadrinhos e eu estou interessado em ver como eles lidam com isso a medida que a história avança e se eles vão integrar isso. Mas, esta versão do personagem, eles tomaram como inspiração as HQ’s e, em seguida, adicionaram uma camada inteira de coisas novas para ele, o que fez ele viver no lado mais leve um pouco mais, enquanto Mon-El nos quadrinhos é muito fechado.

Leia também



Parceiros