Liga das Séries » Arquivos » Carta aberta à ‘Game of Thrones’: Matem humanos, mas deixem os animais em paz!
Carta aberta à ‘Game of Thrones’: Matem humanos, mas deixem os animais em paz!
10
maio
2016
Carta aberta à ‘Game of Thrones’: Matem humanos, mas deixem os animais em paz!

No episódio do último domingo, Game of Thrones matou um dos personagens mais odiados da série, Olly; mas ninguém estava no humor para comemorar, depois de ter testemunhado a execução de mais um dos lobos gigantes dos Stark. Desta vez, foi Shaggydog que encontrou-se no lado errado de uma guilhotina após Lord Umber capturar Rickon e Osha (Natalia Tena) para Ramsay (Iwan Rheon). O texto original é o site TVGuide.

Game of Thrones é conhecido por matar personagens queridos, mas matar animais inocentes não é tão divertido de assistir. Dos seis lobos gigantes filhotes que os Starks encontraram no primeiro episódio, apenas três permanecem: Ghost, que está com Jon (Kit Harington); Summer, que está com Bran (Isaac Hempstead-Wright); e Nymeria, que não foi vista desde que Arya (Maisie Williams) mandou-a embora depois que ela atacou Joffrey (Jack Gleeson) na 1ª temporada.

Mas o que torna a morte de Shaggydog tão infeliz é que não serviu para nada. Quando Robert Baratheon (Mark Addy) ordenou que o filhote de Sansa (Sophie Turner), Lady, fosse executado, foi um momento para abrir os olhos, para os telespectadores e para os personagens. Vimos as profundezas da crueldade de Cersei (Lena Headey), a fraca moralidade de Robert, o forte senso de honra de Ned (Sean Bean), a origem da sede de vingança de Arya e testemunhamos Sansa tomar o seu primeiro grande golpe.

A profanação terrível do cadáver de Vento Cinzento, em que a cabeça do lobo gigante foi costurada no corpo de Robb (Richard Madden), demonstrou a diferença das atitudes dos Frey e dos Bolton perante a Guerra dos Cinco Reis. Estes não eram apenas os homens que lutam para proteger suas crenças e suas terras. Eles realmente tiveram prazer com a destruição que semearam.

Mas o que significa a morte de Shaggydog? Catelyn (Michelle Fairley) acreditava que os lobos gigantes eram a melhor proteção que seus filhos poderiam ter, e após a perda de Shaggydog, é menos um aliado que Rickon terá em cativeiro. Mas será que realmente precisamos ver a decapitação de Shaggydog para perceber o perigo em que Rickon está? De jeito nenhum. Qualquer um dentro de um raio de 50 km de Ramsay está em perigo mortal, como a série nos fez lembrar várias vezes.

Pelo menos fomos poupados de testemunhar o assassinato real de Shaggydog. Todos nós podemos ser gratos por isso. Mas se Game of Thrones realmente quer fazer isso tudo valer a pena, é melhor que alguma justiça pelos lobos gigantes seja feita.

Leia também



Parceiros