Liga das Séries » Arquivos » ABC cancela ‘Roseanne’ após tweet racista da estrela da série
29
maio
2018
ABC cancela ‘Roseanne’ após tweet racista da estrela da série
Postado por admin, emABC, News

A ABC cancelou a Roseanne.

A abrupta decisão da emissora de cancelar o reboot da série ocorre apenas horas depois que Roseanne Barr postou um tweet racista na manhã desta terça-feira, atacando Valerie Jarrett, conselheira sênior do ex-presidente Obama. Barr usou as iniciais de Jarret e escreveu: “A irmandade muçulmana e o planeta dos macacos tiveram um bebê”.

“A declaração do Roseanne no Twitter é repugnante e inconsistente com nossos valores, e decidimos cancelar o show dela”, anunciou o presidente da ABC Entertainment, Channing Dungey, nesta terça-feira.

Antes da decisão da ABC, Barr tentou fazer o controle de danos ao twittar: “Peço desculpas a Valerie Jarrett e a todos os americanos. Eu realmente sinto muito por fazer uma piada de mau gosto sobre sua política e sua aparência. Eu deveria saber melhor. Perdoe-me, minha piada era de mau gosto”. Ela também disse que estava deixando o Twitter. Mas o dano já havia sido feito.

A costar Sara Gilbert twittou: “Os comentários recentes de Roseanne sobre Valerie Jarrett, e muito mais, são repugnantes e não refletem as crenças de nosso elenco e equipe ou de qualquer pessoa associada ao nosso programa. Estou desapontada com as ações dela, para dizer o mínimo.”

Emma Rose Kenney, que interpreta a filha do personagem de Gilbert, twittou: “Estou magoada, envergonhada e desapontada. Os comentários racistas e desagradáveis de Roseanne são indesculpáveis.”

A escritora Wanda Sykes deixou o programa via Twitter. Ela foi uma das várias escritoras de renome – Whitney Cummings e Norm McDonald, entre elas – que se juntaram à sala dos roteiristas quando a ABC decidiu reiniciar a sitcom. Muitas outras celebridades também twittaram seu desgosto.

Depois que a ABC fez seu anúncio chocante, Gilbert twittou outra declaração, desta vez expressando tristeza pela morte do programa. “Isso é incrivelmente triste e difícil para todos nós, pois criamos um programa em que acreditamos, nos orgulhamos e que o público ama – um que é separado das opiniões e palavras de um membro do elenco”.

A ABC já havia encomendado uma segunda temporada da sitcom, que terminou a temporada de 2017-18 como um dos programas mais assistidos na TV aberta. A comédia lidou com várias questões contemporâneas como a eleição de Trump, a imigração ilegal e os muçulmanos-americanos. Na verdade, foi ideia de Barr fazer um episódio sobre uma família muçulmana que se muda para a casa ao lado dos Conners.

O tweet de Barr dirigido a Jarrett, uma mulher afro-americana que serviu como conselheira sênior para Obama de 2009 a 2017, parecia referir-se às teorias de conspiração falsamente pintando-a como uma mulher que não se assume como muçulmana.

Leia também