Liga das Séries » Arquivos » A 7ª temporada de The Walking Dead terá o maior confronto desde Terminus, diz o produtor Robert Kirkman
A morte da finale de TWD ainda não foi filmada
23
jul
2016
A 7ª temporada de The Walking Dead terá o maior confronto desde Terminus, diz o produtor Robert Kirkman

Se você está preocupado que The Walking Dead não pode não sobreviver a sua próxima 7ª temporada, você pode parar.

“Absolutamente vale a pena esperar. É um começo fantástico”, o produtor executivo Robert Kirkman prometeu em na Comic-Con.

Depois de Jeffrey Dean Morgan subiu ao palco com o taco de beisebol de seu personagem, ele contou sobre como sua breve aparição no final da 6ª temporada levou a ele ser parado na rua mais do que nunca em sua carreira. Claro que, na tela, Morgan é, para dizer o mínimo, menos acessível. Todos Alexandria estão a mercê de Negan. Assim, “nós estamos indo em direção a um dos maiores confrontos que tivemos desde Terminus”, disse Andrew Lincoln.

Além resolver o mistério “Quem fez Negan matou?”, os próximos episódios vão introduzir “mais pessoas que vivem no apocalipse” – tanto do “amigo e inimigo”, EP Gale Anne Hurd diz. Também teremos novas criaturas não-humanas e “diferentes tipos de liderança”, o que poderia ser “benevolente ou não tão benevolente.”

Entre os recém-chegados está o ansiosamente aguardado Ezequiel, interpretado por Khary Payton. O líder do Kingdom será “um pouco mais jovem [e] mais esbelta” do que o seu homônimo de quadrinhos.

Outros destaques do painel:

  • Haverá um monte de walkers fora do complexo de Negan.
  • Depois de um fã elogiar a relação interracial entre Michonne e Rick, uma discussão pensativa se seguiu. “Eu não estava ciente de que o impacto que teve”, Gimple disse. “Eu acho que foi porque eu estava pensando nessas pessoas como personagens” e não rotulá-los por raça. “No apocalipse, um monte de coisas que nos separam… simplesmente somem. As pessoas estão simplesmente sendo quem eles são.” Danai Gurira disse: “Eu sou muito grata por fazer parte de um show onde a humanidade retratada antes de qualquer outra coisa.”
  • Falando sobre a estréia da 7ª temporada, que ele dirigiu, o EP Greg Nicotero disse: “O primeiro episódio foi intenso. Ele me afetou.”
  • Embora parecia que Rick teve um tempo ruim no ano passado (R.I.P., Jessie, o olho de Carl), “Nós não chegamos perto de que está por vir”, Nicotero sugeriu.

Leia também



Parceiros